Apoio cultural

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Ex-prefeito e dois vereadores serão julgados em julho.

O ex-prefeito Davi Cerqueira dos Santos, juntamente, com os vereadores Ailton Nunes Dias e Antonio Silva dos Santos, será julgado no dia 30 de julho. Na audiência também se submeterá apreciação do judiciário os ex-vereadores Nara de Souza Muniz, Alfeu Oliveira Santos, Roberval Pereira Pinto, Fernando Paulo de Souza e Nilton Nogueira da Silva.


O grupo é acusado pelo Ministério Público Estadual numa Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa. Eles concederam aumento salarial aos servidores públicos municipal durante o pleito eleitoral de 2008. Dos acusados, apenas o ex-vereador Roberval Pereira Pinto não esteve candidato naquela ocasião.

O aumento dos servidores sofreu variações entre 16% e 400% de forma desordenada, o que complica os cálculos do prejuízo estimado aos cofres públicos. As contas dos envolvidos continuam bloqueadas e os bens indisponíveis. Davi, na época prefeito, enviou projeto de lei à câmara propondo o aumento que foi aprovado por unanimidade naquela casa. Os vereadores Juvenal Trindade e Itanael de Góis Santos se isentaram da ação, em face de não estarem presentes na sessão.

No mês de julho, o também ex-prefeito José Bispo Santos será submetido a audiência de instrução e julgamento em pelo três processos. Ele e mais 29 pessoas sentarão no banco dos réus para explicar ao juiz os empréstimos consignados junto ao Matone, e em outras duas, com o empresário Marcelo Almeida Cincurá sobre dois pagamentos a uma empresa pela mesma licitação para promoção de evento festivo, O outro processo consiste no pagamento a um posto de combustível em Colônia de Una, mas sacado por Auto Posto Cachoeirinha.

Um comentário:

Nosso único objetivo é falar a verdade sobre os fatos e divulgar o que pertence ao interesse povo, sempre prezando pela qualidade da informação.