Apoio cultural

sábado, 7 de janeiro de 2017

Belo Cyclone caiu com um oitão na mão.

Mauricio de Souza Lima, vulgo Belo, 22 anos, foi abordado por policiais militares do Terceiro Pelotão na estrada que liga Una ao município de Santa Luzia, a altura do cemitério. Como o indivíduo a PM encontrou um revolver calibre .38 e cinco munições intactas. Ele foi preso e encaminhado ao plantão da 7ª COORPIN/Ilhéus, onde deve responder pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.

Durante a realização de uma seresta na madrugada do dia 29 de setembro de 2013, este indivíduo foi apontado como suspeito de ter atirado friamente na cabeça de Edmilson Isaias dos Santos. Ele fugiu da cena do crime, a PM na época diligenciou até a casa dele, mas não logrou êxito na sua prisão. A vítima que perdeu massa encefálica, ficou com problemas na saúde mental (relembre aqui)

video
Belo é parceiro de Zaroio, cuja facção denominada de Tudo 2, atua no bairro Sucupira.

Ação Popular (liminar) em Ilhéus proposta pelo advogado Cosme Araújo cassa os efeitos da lei que aumentou os salários dos Vereadores

Nesta sexta-feira, 06, tivemos uma notícia agradável, uma vez que o advogado Cosme Araújo, ex-vereador e ex-candidato a prefeito de Ilhéus, com votação expressiva, como todos tem conhecimento, conseguiu uma liminar, em ação popular, onde o Juiz da 2ª Vara Crime de Ilhéus, (Plantonista), e que também atuou durante o período eleitoral como Juiz da 25ª zona eleitoral, Dr. Guilherme Vieito Barros Junior, concedeu liminar no sentido de suspender os efeitos da lei que aumentou os subsídios dos vereadores nesta cidade.

A notícia é importante por ser uma decisão inédita na Bahia, uma vez que, pelo que se tem conhecimento, ocorreu apenas uma decisão idêntica na cidade de São Paulo. O que é mais salutar é que o cidadão/eleitor/contribuinte está passando a acreditar de que os tempos estão mudando e, os políticos precisam ter mais cuidado, já que são eles que fazem as leis e devem respeitar as que são criadas, até mesmo por eles. Por esta razão que, a população de Ilhéus está feliz com a decisão do Juiz em suspender os pagamentos do aumento dos subsídios vereadores para nova legislatura.

Como é de conhecimento de todos, o funcionalismo público em Ilhéus está há 04 anos sem receber reposição salarial. A discussão sobre o tema não é para evitar que o vereador não ganhe bem, até porque é melhor um vereador ganhar bem, pois, nesta condição, é possível que não se deixe cooptar e desaguar para a mais nova profissão no Brasil, que é a CORRUPÇÃO. A liminar foi concedida porque a Mesa da Câmara desrespeitou a Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Federal). Por outro lado, é um descompasso o que ganha um professor que passa mais tempo dentro da sala de aula, ou seja, uma ninharia, enquanto um vereador trabalha dois dias por semana, 03 horas, perfazendo 06 horas por semana e 24 horas no mês, e ganha ganha mais de R$ 10.000,00 (dez mil) reais. Já o professor, trabalha 40 horas semanais, 160 no mês, a maioria sequer ganha R$ 2.000,00 (dois mil) reais; este descompasso fere de morte o princípio constitucional da proporcionalidade e igualdade.

O advogado Cosme Araújo ao propor está ação popular, o fez com base no seu posicionamento humano, em respeito ao principio da dignidade da pessoa humana.

Registre-se que, esta não é a primeira vez que Cosme Araújo luta para que o vereador em Ilhéus tivesse seus subsídios reduzidos, e tanto é verdade que há 2 (dois) anos apresentou projeto de lei na Câmara de Ilhéus, que sequer foi para as comissões, considerando que a maioria dos parlamentares foi contrária ao projeto.

Portanto, que sirva de exemplo a decisão do Juiz da 2ª Vara Crime de Ilhéus, Dr. Guilherme Vieito Barros Junior e Alberto Alonso Muñoz, do Tribunal de Justiça de São Paulo, no sentido de que outros juízes e a população ilheense se movimentem contra os desatinos perpetrados acintosamente contra os cidadãos.

Indivíduo preso pela PM por porte ilegal de arma de fogo.

Por volta das 23h de ontem (06), uma guarnição flagrou o indivíduo Dailton Conceição Ferreira, 18 anos, alcunha “Bolinho” portando um revolver calibre .38, marca taurus, com seis cartuchos intactos. A prisão aconteceu no bairro da Urbis.

Ele foi conduzido ao plantão da 7ª COORPIN/Ilhéus, onde foi autuado em flagrante delito pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. Nesta pratica criminosa o delegado de polícia pode arbitrar fiança e o indivíduo responde ao crime em liberdade.

Durante os festejos de final de ano, Bolinho foi flagrando, com outro elemento, portando dois gargalos de garrafa quebrada, supostamente, para tentar cortar algum desafeto durante o evento. Há notícias de que ele pertence a gangue do Tudo 3 (bairro Marcel Ganem). 

Moto apreendida
Na manhã de ontem (06), policiais do Terceiro Pelotão apreendeu uma motocicleta honda/bis, sem placa, com restrição de roubo. O veículo foi tomado de assalto na Vila Operária, município de Buerarema, no dia 26 de novembro. Os criminosos assassinaram o proprietário da moto, Sr. Luiz Viana de Lima, conhecido por Luizão.